Av. Paulista, 91 – Cj.706, Bela Vista, São Paulo - SP  |   (11) 3141-0669 | (11) 9 3250-0669 | (11) 97393-3205  |   secretaria@cec.med.br
PLIF  - Fusão Interssomática Lombar Posterior

PLIF é um tipo de cirurgia da coluna vertebral com acesso posterior à mesma, com inserção de enxerto ósseo entre duas vértebras adjacentes, visando promover o crescimento ósseo e fusão das estruturas. O enxerto ósseo age como uma ponte, em que novo osso pode crescer. O objetivo final do procedimento é restaurar a estabilidade da coluna vertebral. 

Quando este procedimento deve ser indicado?

Um procedimento de fusão espinhal, como uma PLIF, pode ser recomendado como uma opção de tratamento cirúrgico para pacientes com uma doença que provoca instabilidade vertebral na parte inferior das costas, como a doença degenerativa do disco, espondilolistese ou estenose da coluna vertebral, que não respondeu às medidas de tratamento conservador (repouso, fisioterapia ou medicamentos). Os sintomas de instabilidade da coluna lombar podem incluir dor, dormência e/ u fraqueza muscular na região lombar, quadris e pernas.

O seu cirurgião irá considerar uma série de fatores antes de recomendar uma PLIF, incluindo a condição a ser tratada, sua idade, saúde e estilo de vida e seu nível esperado de atividade após a cirurgia. Por favor, discuta essa opção de tratamento com seu médico assistente. 

Quanto tempo será necessário para a minha recuperação?

O procedimento requer em geral 1 a 2 dias de internação após a cirurgia. Muitos pacientes irão notar melhora imediata de alguns ou de todos os seus sintomas, enquanto outros sintomas podem melhorar mais gradualmente.

Uma atitude positiva, expectativas razoáveis e conformidade com as instruções pós-operatórias do seu médico podem contribuir para um resultado satisfatório. Muitos pacientes são capazes de retornar às suas atividades normais dentro de algumas semanas. 

Existem riscos potenciais ou complicações?

Todos os resultados podem variar para cada paciente. Complicações como infecção, danos aos nervos, formação de coágulos de sangue, perda de sangue e problemas de bexiga e intestino, juntamente com as complicações decorrentes da anestesia, são alguns dos riscos potenciais da cirurgia da coluna vertebral. Um risco inerente à fusão vertebral é a falha do enxerto ósseo em fundir adequadamente, o que pode requerer cirurgia adicional.

Por favor, consulte o seu médico para obter uma lista completa das indicações, advertências, precauções, eventos adversos, resultados clínicos e outras informações importantes que dizem respeito ao procedimento de PLIF minimamente invasiva.

O material contido neste site é apenas de caráter informativo, não podendo substituir a avaliação médica. Para diagnóstico e tratamento adequados, você deve sempre consultar seu médico assistente. 

Fonte: https://www.spine-health.com/video/posterior-lumbar-interbody-fusion-plif-video?jwsource=cl